dcsimg

UFJF esclarece dúvidas sobre processo seletivo e Enem


A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) adotou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como primeira fase do Processo Seletivo 2011. Para esclarecer os candidatos que ainda estão com dúvidas, o pró-reitor de Graduação, professor Eduardo Magrone, concedeu entrevista para o portal da UFJF, explicando objetivamente cada etapa e detalhe do processo.

- Diretoria de Comunicação: Todos os candidatos ao Vestibular da UFJF precisam fazer o Enem?

- Eduardo Magrone: O exame agora é obrigatório. Ao invés de realizar a primeira fase do vestibular, com provas objetivas como nos anos anteriores, agora o candidato faz o Enem.

- Quem fez o Enem no ano passado está dispensado de fazer este ano?
- Não. Mesmo tendo feito o exame em anos anteriores, é preciso refazer o Enem este ano para que ele seja considerado pela UFJF.

- Como é feita a inscrição para o Enem?
- É feita através do site do INEP, que é o responsável pela prova. O endereço é www.inep.gov.br/enem e as inscrições estão abertas até o dia 9 de julho. As dúvidas sobre o exame devem ser esclarecidas junto ao Inep. No site há informações sobre os conteúdos exigidos pelo exame, simulados e as provas dos anos anteriores.

- Todos os conteúdos cobrados pelo Enem valerão para a UFJF?
- Sim. Todo o Enem, incluindo a Redação e as questões de Língua Estrangeira (Espanhol ou Inglês), será considerado.

- Qual nota do Enem a UFJF vai considerar: a TRI ou apenas o número de acertos?
- Este ano o Enem não é uma opção para a 1ª fase do Vestibular, como no ano passado. O Enem é, em sua totalidade, a primeira etapa do processo e, portanto, a nota a ser considerada será a da Teoria de Resposta ao Item (TRI).

- Quando as provas do Enem serão aplicadas?
- O exame é aplicado em todo país, inclusive em Juiz de Fora, nos dias 6 e 7 de novembro. Uma vantagem para os que moram fora de Juiz de Fora é poder fazer a prova em suas cidades ou em localidades mais próximas, reduzindo despesas.

- Mesmo já tendo feito a inscrição no Enem, o candidato terá que fazer também a do Vestibular da UFJF?
- Sim. O candidato deve primeiramente estar atento ao prazo para a inscrição no Enem, que vai até o dia 9 de julho. Depois, deverá aguardar a divulgação do Edital do Vestibular 2011 e Pism da UFJF para saber qual o período para inscrição no Vestibular. O Edital está sendo finalizado e a expectativa é que ele seja disponibilizado ainda no mês de julho.

- Após fazer o Enem nos dias 6 e 7 de novembro o que o candidato deve fazer?
- Como a nota do Enem só sairá no dia 6 de janeiro de 2011, todos os candidatos que fizeram o Enem e que estão devidamente inscritos para o Vestibular da UFJF, farão o que ainda podemos chamar de segunda fase do Vestibular nos dias 20 e 21 de dezembro.

- Como será a prova da segunda fase?
- Assim como a dos anos anteriores. São quatro conteúdos, com cinco questões discursivas (abertas) cada. Os conteúdos são determinados de acordo com sua escolha de curso (ver quadro).

Todos os candidatos fazem o Enem e a “2ª fase”, mas quem é aprovado?
- Apesar de todos os candidatos fazerem a “segunda fase do Vestibular”, só é considerado aprovado para esta segunda etapa aqueles candidatos com as melhores notas no Enem, na proporção de 3 por 1 vaga. Por exemplo: o curso de Direito Diurno possui 70 vagas. Serão aprovados para a segunda fase os 210 candidatos com as melhores notas do Enem. O que significa que as provas discursivas daqueles 210 candidatos serão corrigidas e depois classificadas de forma decrescente, estando aprovados em definitivo para a entrada na UFJF, os 70 primeiros.

- A nota do Enem é apenas eliminatória ou conta no resultado final?
- A nota do Enem não compõe o resultado final. Ou seja, ela serve apenas para que o candidato esteja apto para a segunda fase. Na etapa seguinte, “zera” tudo novamente. O resultado final será, portanto, a nota da segunda fase.

- Como fica o Pism?
- Não houve alterações para o Pism. Os candidatos fazem prova nas seguintes datas: Pism I e II nos dias 12 de dezembro (objetivas) e 13 e 14 de dezembro (discursivas); e Pism III nos dias 19 de dezembro (objetivas) e 20 e 21 de dezembro (discursivas).

- Por que a UFJF resolveu adotar este novo modelo?
- Porque o Conselho Setorial de Graduação avaliou como positivo o resultado alcançado com a experiência do ano passado, com base em estudos estatísticos realizados pela Pró-reitoria de Graduação (Prograd). A UFJF precisa avançar na conceptualização de seus processos seletivos, de modo que venha a adotar instrumentos de seleção para ingresso em seus cursos de graduação, compatíveis com as atuais transformações que a instituição universitária vem atravessando no Brasil e no mundo. O modelo de prova do Enem valoriza aquele candidato preparado ao longo de seu processo de escolarização para leitura, interpretação e uso de dados e informações, ao contrário do concurso vestibular que valoriza em demasia o treinamento intensivo na assimilação de extensivos conteúdos curriculares, com vistas a desenvolver a capacidade de o candidato assinalar uma alternativa correta em um exame pontual, dramático e socialmente seletivo.

Para mais informações: (32) 2102-3911/ 3978/ 3979/ 3981/ 3982/ 3990/ 3999 (Central de Atendimento) ou acesse o site da UFJF.

Fonte: UFJF


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: