dcsimg

Gráfica assume erro de impressão no caderno de cor amarela da prova


A gráfica RR Donnelley encaminhou nesta segunda-feira, 8, carta ao presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Joaquim Soares Neto, na qual assume a responsabilidade pelos erros de impressão no caderno de questões de cor amarela das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010.

“Durante a aplicação do primeiro dia do exame, identificamos, fazendo a leitura dos quatro itens de caderno de provas que contêm as mesmas questões em quatro ordens distintas de diagramação, que em um dos lotes de produção tivemos um problema de processo, resultando na impressão de 33 mil cadernos de provas amarelas com um defeito de ordenação”, explica a direção da gráfica. Desse conjunto de cadernos, segundo a empresa, aproximadamente 21 mil foram efetivamente distribuídos.

A gráfica informa ainda: “Cabe ressalvar que foram impressas e distribuídas por todos os pontos de aplicação no Brasil, quase um milhão de provas que compõem a reserva técnica operacional da aplicação. Entre as funções dessa reserva técnica operacional está a substituição de provas com defeito de impressão obtidas na mesma sala da aplicação ou em qualquer outra sala de aplicação dessa escola”.

Ao final do documento, a RR Donnelley diz estar à disposição do Inep para esclarecer qualquer dúvida técnica e a colaborar de forma efetiva na busca de solução dos problemas possivelmente acarretados a um número restrito de alunos.


Confira a íntegra da carta.


Conheça a RR Donnelley

Fundada em Chicago, Estados Unidos, em 1864, a Gráfica RR Donnelley começou a expansão em 1928, quando imprimiu 200 mil exemplares da revista americana Time, tiragem inédita na época. Consolidou a credibilidade dez anos depois, com a publicação da primeira edição da revista Life, com 446 mil exemplares. Nas décadas de 1950 a 1970, a gráfica expandiu sua indústria nos Estados Unidos. Em 1980, começou a expansão pelo mundo. Em 1991, abriu uma fábrica em Cingapura; em 1992, chegou à Argentina e ao México; em 1994, ao Chile e em 1995, ao Brasil.

Em 2004, as indústrias gráficas norte-americanas RR Donnelley e Moore Wallace fundiram-se e formaram o maior complexo gráfico do mundo, com faturamento anual de US$ 7,2 bilhões, oferta de emprego para 45 mil funcionários, 125 fábricas e 600 escritórios distribuídos em 30 países da Europa, Ásia e América Latina, além dos Estados Unidos.

No Brasil, a RR Donnelley tem unidades em Barueri e Osasco (SP) e Blumenau (SC). Desde 2009, é responsável pela reprodução das provas do Enem.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - MEC


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: