dcsimg

UFV modifica seu processo seletivo e reserva 80% das vagas para candidatos do Sisu


A Universidade Federal de Viçosa promoveu mudanças em seu processo seletivo: a partir de agora, 80% das vagas nos cursos de graduação oferecidos nos três campi – Viçosa, Florestal e Rio Paranaíba – serão preenchidos por intermédio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do MEC, ficando os 20% restantes reservados aos candidatos que participam do Programa de Avaliação Seriada para Ingresso no Ensino Superior (Pases), que já vem sendo utilizado pela UFV.

As mudanças foram aprovadas nesta quarta-feira, pelo Conselho Universitário e pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. Anteriormente, as vagas destinadas aos candidatos que optavam pelo Sisu eram apenas 20% do total. A reitora da UFV, professora Nilda de Fátima Ferreira Soares, considera que a decisão dos conselhos foi muito sábia e representa um passo importante para a democratização do acesso ao ensino superior, ampliando as opções de ingresso para candidatos de vários pontos do País. Ao mesmo tempo, disse, contempla a regionalização, com a manutenção do Pases. Outro aspecto importante da discussão das mudanças no processo seletivo foi a permanência do estudante no curso, no que a Universidade conta com o apoio do MEC, viabilizada pela política de assistência estudantil, disse a reitora.

O Sisu utiliza as notas obtidas pelo candidato nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Depois de conhecer sua pontuação, o candidato entra no sistema Sisu do Ministério de Ministério da Educação e escolhe, com base em sua nota, a instituição e o curso pretendido. O sistema fica aberto durante um período determinado e oferece as opções para que o candidato possa ir modificando sua demanda. É fundamental, entretanto, que o candidato se apresente para matrícula em caso de seu nome constar na primeira chamada, caso contrário o mesmo estará excluído do processo.

Como informa o pró-reitor de Ensino, professor Vicente de Paula Lelis, as modificações aprovadas resultaram de discussões e análises realizadas em reuniões e eventos que contaram com significativa participação da comunidade acadêmica. No caso de o candidato estar buscando o ingresso por intermédio do Pases, o professor Vicente Lelis informa que para a terceira etapa do processo, que equivalia a prova do vestibular, passa a ser utilizada a nota obtida pelo candidato no Enem. Estudos indicam que não existem diferenças significativas no desempenho do candidato na prova do exame seriado e a do Enem. O Pases é realizado no transcorrer do ensino médio, em três avaliações e, no entender do pró-reitor, traz algumas vantagens, já que possibilita ao candidato a oportunidade de conhecer melhor a universidade e de familiarizar-se com os processos seletivos, evitando situações de estresse.

Fonte:  J. P. Martins / UFV


Comentários

Veja mais artigos de Vestibular

<< Outros artigos de profissoes

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: