dcsimg

Vale a pena fazer curso técnico?

  • author

É inegável que hoje o profissional técnico está em alta no mercado e a estimativa é de que haja a necessidade de mais de cinco milhões deles até o ano de 2015. Então é fundamental o estudante saber mais sobre este tipo de curso, que tem como objetivo a formação de trabalhadores, pois trata mais da prática do que da teoria.

 

Estes cursos visam atingir a demanda regional do mercado de trabalho e possibilitar ao aluno conhecimento prático sobre esta demanda. São diferentes das graduações normais que oferecem uma orientação mais ampla de conhecimento.

 

Existem três modalidades de curso técnico: concomitante, integrado e sequencial.

 

- Curso Técnico Concomitante

É aquele que o aluno faz separado do Ensino Médio, ou seja, ele pode fazê-lo estando cursando o Ensino Médio em outra escola (concomitância externa) ou na mesma em que oferece o curso técnico (concomitância interna). Normalmente a única exigência é já ter terminado o 1º ano, ou seja, estar no 2º ou 3º ano ou já tê-lo concluído. Formação um pouco mais abrangente.

 

- Curso Técnico Integrado

É aquele que o aluno faz assim que conclui o Ensino Fundamental. É simultâneo ao Ensino Médio. No 1ª ano do curso integrado o aluno se atém às disciplinas básicas, com ênfase naquelas da área do curso que optou, e a partir do 2º ano se inicia o curso técnico. Esse tipo de modalidade é a que fornece a formação mais básica de todas.

 

- Curso Técnico Sequencial

É aquele que o aluno inicia após a conclusão do Ensino Médio. Das três modalidades é a que fornece maior formação. Tem a duração de 2 a 3 anos, conforme a opção do curso.

 

Independente da modalidade, os cursos técnicos têm o custo mais baixo, e o estudante atinge rapidamente o mercado de trabalho, pois já no primeiro ano do curso ele poderá iniciar um estágio e ao final do curso ser efetivado. E entrando mais cedo no mercado, o estudante já pode pensar em “alçar vôos mais altos”, pois poderá planejar financeiramente seu ingresso em um curso superior de graduação normal.

 

Os cursos técnicos mais valorizados são: Técnico em Computação, Técnico em Petroquímica, Técnico em Meio Ambiente, Técnico em Edificações e Técnico em Produção de Alimentos. Mas dependendo da região em que o estudante se encontre, existem cursos específicos (em uma região em que a produção de álcool de cana-de-açúcar é forte, ele poderá optar pelo curso técnico em Açúcar e Álcool.

 

Seja qual for a opção que faça, antes de optar pelo curso que deseja fazer, o primeiro fator que o estudante tem que levar em consideração é a sua vocação. Seria interessante, por exemplo, que se ele fizer um curso de Técnico de Edificações, que posteriormente escolha uma graduação normal na área de Engenharia Civil. Outro ponto importante a se considerar é o mercado de trabalho: esta profissão que escolheu está em alta no mercado? Em relação a ela, o que é maior: a oferta de trabalho ou a procura por um profissional capacitado?




comentarios Comentários