Home Enem Saiba tudo sobre a inscrição no Enem 2021

Saiba tudo sobre a inscrição no Enem 2021

by Patricia Carvalho
inscrição enem 2021

As datas para inscrição no Enem 2021 já foram divulgadas pelo MEC. Fique por dentro e veja como utilizar a sua nota para ganhar bolsas de estudo!

O Ministério da Educação finalmente publicou as informações referentes ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021. O edital da prova impressa e digital foi disponibilizado com todos os detalhes da aplicação.

Este momento era esperado por milhões de estudantes em todo o Brasil que sonham com a oportunidade de utilizar a nota do Enem para entrar em uma faculdade. 

Se você também é uma dessas pessoas e tem interesse em saber o cronograma completo de aplicação do exame, veio parar no site certo. A seguir, você irá conferir o período de inscrições e outras informações muito importantes na hora de preencher seus dados.

Também vamos dar dicas muito boas de como você pode utilizar a sua nota do Enem 2021 para conseguir uma vaga em um curso de graduação em qualquer lugar do país.

Cronograma de inscrição do Enem 2021

O Enem 2021 ficará com as inscrições abertas pelo período de apenas quinze dias. Portanto, não perca tempo e faça a sua inscrição assim que possível. Confira quais são as datas de abertura e encerramento para se registrar:

  • Abertura das inscrições do Enem 2021: 30 de junho de 2021.
  • Encerramento das inscrições do Enem 2021: 14 de julho de 2021, às 23h59.

Durante este mesmo período, os alunos que necessitarem de Atendimento Especializado (AE) devem realizar sua solicitação durante a inscrição. O cronograma de aprovação do AE será feito da seguinte forma:

  • Solicitação de Atendimento Especializado: 30/6 a 14/07/2021.
  • Resultado preliminar: 23/07/2021.
  • Período para pedir recurso: 26 a 30/07/2021.
  • Resultado do recurso: 04/08/2021.

Podem pedir o Atendimento Especializado os inscritos que apresentem baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, transtorno do espectro autista, discalculia, gestante, lactante, idoso, estudante em classe hospitalar e/ou pessoa com outra condição específica.

O Enem 2021 também permite que participantes transexuais, travestis ou transgêneros sejam tratados pelo nome social. Mas é necessário realizar o pedido para inclusão do nome social dentro do seguinte cronograma:

  • Solicitação de inclusão de nome social: 19 a 23/07/2021.
  • Resultado preliminar: 30/07/2021.
  • Período para pedir recurso: 02 a 06/08/2021.
  • Resultado do recurso: 11/08/2021.

Datas de Aplicação do Enem 2021

A prova do Enem 2021 será aplicada nos dias 21 e 28 de novembro de 2021. São duas tardes de domingo consecutivas de exame. A data vale tanto para a modalidade impressa quanto para a digital.

Como se inscrever no Enem 2021?

A inscrição no Enem deve ser feita pela página oficial do Enem na internet (enem.inep.gov.br/participante) ou pelo aplicativo oficial do Enem, disponível para celulares Android ou com sistema iOS.

Para se inscrever no Enem é necessário possuir um número de CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). O CPF é emitido pela Receita Federal e pode ser solicitado online no site da instituição para pessoas entre 16 a 25 anos com título eleitoral regular.

O CPF também é emitido presencialmente nas unidades do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou dos Correios durante o horário de atendimento. Será necessário um documento com foto e o Título de Eleitor ou protocolo de inscrição fornecido pela Justiça Eleitoral.

Dados solicitados durante a inscrição no Enem 2021

O Inep solicita uma série de dados pessoais para identificação do participante inscrito no Enem 2021. Todas as informações precisam ser verdadeiras e preenchidas corretamente, pois, em caso de fraude, a organização da prova pode cancelar a sua inscrição.

Será necessário preencher as seguintes informações pessoais:

  • nome completo;
  • nome dos pais conforme está no documento oficial (filiação);
  • endereço completo com CEP;
  • telefone e e-mail para contato;
  • número do RG ou outro documento semelhante válido;
  • estado civil;
  • gênero;
  • nacionalidade;
  • se é treineiro, concluinte ou já concluiu o Ensino Médio;
  • escola onde estuda ou estudou;

O participante também precisará escolher se deseja fazer o Enem impresso ou digital, a cidade de aplicação da prova e a língua estrangeira (Inglês ou Espanhol) que prefere responder às questões específicas da área de linguagens.

Como se inscrever no Enem 2021 digital

O Enem 2021 limitou a cento e uma mil inscrições o número de vagas para realizar a versão digital do Exame. Esta prova estará disponível em apenas algumas cidades e com capacidade reduzida e já definida em cada uma delas.

Portanto, quem se inscrever primeiro terá direito às vagas do Enem digital. A versão impressa não tem limite máximo de participantes. A taxa de inscrição dos dois exames é igual.

A prova digital tem o mesmo valor, regras, horários para realização e conteúdo da versão impressa, mas é aplicada em computadores. O Ministério da Educação estuda ampliar e aplicar o Enem digital futuramente em mais oportunidades.

Valor da inscrição no Enem 2021

Para ter sua inscrição confirmada no Enem 2021 é preciso pagar uma taxa de R$85,00. O valor deve ser pago por meio do boleto emitido ao fim da inscrição e disponível para impressão na Página do Participante.

O último dia para pagar a taxa de inscrição do Enem 2021 é 19 de julho. O pagamento pode ser feito diretamente em qualquer agência bancária, nos caixas eletrônicos, lotéricas, agências dos Correios ou no internet banking, desde que observados os horários de recebimento.

Isenção de pagamento da taxa de inscrição do Enem 2021

A solicitação de isenção de pagamento dessa taxa do Enem foi encerrada no dia 28 de maio de 2021 e não pode mais ser realizada. 

Todos os inscritos a partir do dia 30 de junho que não solicitaram a isenção previamente ou tiveram seus pedidos negados devem pagar os oitenta e cinco reais em sua totalidade.

Somente os seguintes grupos são elegíveis para a isenção de pagamento:

  • concluintes do Ensino Médio em escolas públicas;
  • formados do Ensino Médio em escola públicas ou bolsistas integrais na rede privada, desde que tenham renda máxima de 1,5 salário mínimo per capita;
  • pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e inscritas no CadÚnico.

Em 2021, o MEC negou a isenção para pessoas que obtiveram o benefício em 2020, não compareceram e não justificaram a ausência nas provas.

O resultado preliminar dos pedidos de isenção foi divulgado no dia 09 de junho de 2021, com julgamento dos recursos programado para o dia 25 de junho.

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

O Enem é a principal porta de entrada para as faculdades de todo o Brasil. A prova já se consolidou como o maior vestibular do país.

Com a nota do Exame, você pode disputar vagas em universidades públicas e solicitar bolsas e financiamento dos seus estudos em faculdades particulares. Confira a seguir como funcionam alguns desses programas.

Sistema de Seleção Unificada (Sisu)

O Sisu é um processo seletivo organizado pelo Ministério da Educação e que destina milhares de vagas semestralmente em todas as Universidades e Institutos Federais. Algumas instituições estaduais públicas também participam do Sisu.

Para conseguir uma vaga é preciso obter as melhores notas no Enem entre os concorrentes diretos, ou seja, estar acima da chamada “nota de corte”. É um sistema muito disputado pelos estudantes.

Programa Universidade Para Todos (Prouni)

O Prouni distribui bolsas de estudo parciais e integrais dentro das instituições de ensino superior particulares. Os estudantes também precisam disputar as vagas e as vagas variam conforme a disponibilidade anual de oferecimento das faculdades.

Para conseguir uma vaga no Prouni é necessário se encaixar nos critérios de renda salarial estipulados pelo governo, pois o programa é voltado para a inclusão das classes mais pobres.

Programa de Financiamento Estudantil (Fies)

O Fies é um dos programas de inclusão no ensino superior mais antigos do Governo Federal. Infelizmente, as vagas e condições de aceite no Fies estão mais restritas a cada ano.

Neste modelo, o valor da faculdade é financiado pelo Governo para pagamento após a formatura. O aluno contrai uma dívida e precisa pagar nas condições e prazos estipulados pelas leis em vigência.

Ingresso direto

Muitas faculdades particulares estão adotando o ingresso direto com a nota do Enem. Em 2021 não será diferente, pela facilidade que os estudantes encontram nesse formato de ingresso no ensino superior.

Nesta modalidade, basta apresentar seu boletim do Enem com as notas obtidas para a faculdade. Isso pode ser feito diretamente na unidade mais próxima da faculdade desejada ou pelo site. Com isso, não é necessário realizar um outro vestibular.

Algumas faculdades também oferecem bolsas de estudos para alunos que ingressam por esse formato. Outras oferecem programas próprios de financiamento que facilitam o pagamento das mensalidades de cursos mais caros.

Faculdades para estudar com a nota do Enem

Se você está em busca de uma faculdade com reconhecimento do MEC, preços acessíveis e facilidade de ingresso, a lista abaixo pode ajudar e muito nessa procura!

Todas as faculdades contam com o formato de ingresso com a nota do Enem. Confira os cursos disponíveis e condições de matrícula no site de cada uma delas:

Leia também: Veja que nota precisa tirar no Enem pra entrar na faculdade

E, aí? Preparado para se inscrever no Enem 2021? Deixe seu comentário e nos conte em qual curso você pretende ingressar com a sua nota!

Posts Relacionados