dcsimg

Como usar a nota do ENEM do ano anterior pra bolsas e financiamentos


Uma das vantagens de prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é poder usar o desempenho nas provas para participar de programas que ajudam a conquistar o sonho de entrar numa faculdade.

 

A nota do Enem é critério de classificação em dois programas do Governo Federal de ampliação do acesso ao ensino superior: o Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudos, e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que oferece empréstimo a juros baixos e prazo longo para quitar a dívida.

 

Em ambos, é preciso ficar ligado nos requisitos de participação, principalmente na edição do Enem exigida e na nota mínima necessária para concorrer.

 

Vamos explicar a seguir como você pode usar a nota do Enem para concorrer a bolsas do ProUni e financiamento do FIES!

 

Como usar a nota do Enem para entrar no ProUni

Para se inscrever no processo seletivo do ProUni, o primeiro passo é ter feito o Enem mais recente. As inscrições acontecem em janeiro e junho, normalmente. Isso significa que a edição mais recente é a do ano imediatamente anterior.

 

O desempenho mínimo exigido para concorrer a uma bolsa é de 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. Além disso, o candidato deve cumprir os seguintes requisitos:

  • Comprovar renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.
  • Ter cursado todo o ensino médio em escola pública (ou em escola privada como bolsista integral).
  • Não ter diploma de nível superior.

 

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas somente no site oficial do ProUni. Fique ligado no prazo, pois o período é curto – cerca de uma semana.

 

As vagas disponíveis podem ser consultadas durante o período de inscrições. Há opções de cursos presenciais e a distância em todo o Brasil. Candidatos que se enquadram nos critérios de ações afirmativas (cotas) podem concorrer a vagas reservadas para esse fim.

 

Embora seja um processo nacional, o candidato só concorre com quem faz a mesma opção de faculdade, campus, curso, turno e modalidade de concorrência (cotas ou não).

 

A nota de corte – pontuação mínima para passar – varia bastante entre as edições do Programa e depende do desempenho dos demais candidatos que fizeram a mesma opção (de curso, turno, faculdade, etc.). Vagas em cursos mais disputados em faculdades de renome podem exigir notas superiores a 700 pontos. No entanto, em alguns casos dá para passar com uma pontuação próxima ao mínimo exigido.

 

O ProUni já beneficiou quase 2 milhões de estudantes, sendo que 70% deles receberam bolsas integrais. Para concorrer às bolsas de 100% é obrigatório ter renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa.

 

 

Como usar a nota do Enem para entrar no FIES

Os critérios para concorrer a um financiamento do FIES são:

  • Ter renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.
  • Apresentar pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero em qualquer edição do Enem a partir de 2010.

 

O FIES também acontece duas vezes por ano: no primeiro e no segundo semestre. Caso se encaixe nos critérios de renda e pontuação no Enem, você deve se inscrever pelo site do FIES Seleção.

 

O sistema do FIES é automatizado e classifica os candidatos com melhor nota no Enem concorrendo ao mesmo curso, faculdade, campus e turno. O resultado sai em poucos dias.

 

Quem for selecionado terá um prazo para se cadastrar em outro sistema, o SisFIES e, em seguida, realizar todos os procedimentos necessários para contratar o financiamento.

 

Os juros do FIES são abaixo dos cobrados pelo mercado e o estudante só começa a quitar a dívida depois de se formar.

Outras opções de bolsas e financiamentos

Se você não conseguiu passar no FIES ou ProUni (ou não se encaixa nos critérios), saiba que há várias opções de bolsas de estudos e financiamentos para quem está com o orçamento apertado e não pode mais adiar o sonho de fazer uma faculdade. Conheça algumas das principais:

  • Quero bolsa: nesse site você faz uma busca pelas bolsas disponíveis, paga uma taxa e ganha um desconto que pode chegar a 70% até o fim da graduação. É preciso ainda passar pelo processo seletivo da faculdade escolhida – várias delas aceitam a nota do Enem. Há vagas o ano todo e a disponibilidade de cursos é bem abrangente: tem opções em todas as áreas do conhecimento.

  • Bolsa por desempenho no vestibular: várias faculdades premiam os primeiros colocados no vestibular com bolsas de estudos que podem chegar a 100% das mensalidades.

  • Parcelamento e crédito estudantil privado: cada vez mais populares, essas facilidades podem ser encontradas em diversas instituições.

 

Onde estudar com bolsas e financiamentos

Mesmo que ganhe uma bolsa de estudos ou consiga um financiamento estudantil, é importante escolher uma faculdade bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC). Assim você tem a garantia de que o diploma será bem aceito no mercado e começa a vida profissional com o pé direito!

 

Confira algumas instituições reconhecidas pelo MEC que participam do ProUni, do FIES e oferecem uma série de bolsas e descontos:

Veja também:

Saiba quantos pontos você precisa tirar no Enem para conseguir o ProUni

 

Vai tentar uma bolsa ou financiamento usando a nota do Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!


comentarios Comentários