Home Vestibular FURG aprova 100% do Enem para ingresso em 2011

FURG aprova 100% do Enem para ingresso em 2011

by

O Conselho Universitário (Consun) da Universidade Federal do Rio
Grande, reunido na manhã desta sexta-feira, 16, definiu que o
ingresso na Instituição em 2011 terá todas as
vagas preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada
– SiSU, o qual utiliza 100% da nota obtida no Exame Nacional do
Ensino Médio – Enem.

Depois de mais de três horas de discussão, os conselheiros
optaram majoritariamente pela aprovação da proposta
apresentada pelo reitor e presidente do Consun, João Carlos
Brahm Cousin. A votação teve como resultado 20 votos
favoráveis, uma abstenção e quatro votos
contrários à proposta. Também foi discutida e
aprovada a experiência iniciada no último processo
seletivo de utilizar o Programa de Ação Inclusiva, como
forma de ampliar, através de bônus, o acesso à
Universidade de candidatos afrodescendentes, oriundos de escola
pública, portadores de deficiência e indígenas.

Na argumentação em favor da utilização do
Enem e do Proai, o presidente do Consun lembrou que em 2009 a FURG
inovou, modificando o processo de seleção. Foi criado o
Programa de Ação Inclusiva e utilizada 50% da nota do
Enem como critério classificatório, associado às
provas da Instituição. Mostrou os números da
avaliação do Proai, realizada pela Comissão
Permanente de Vestibular, que mostram que a FURG foi procurada
majoritariamente por estudantes de escola pública (61%).

Na ocupação das vagas, também houve
predomínio da escola pública (67,2%). Comparado com o ano
anterior, houve aumento de 2,5% no número de ingressantes vindos
destas escolas. Vários outros índices e números
foram apresentados e, entre eles, o aproveitamento dos estudantes que
participaram do Proai, mostrando que foi 56,7% maior do que o
aproveitamento daqueles que não participaram.

Quanto à inclusão do Enem e adoção do SiSU,
dentro do relatório apresentado, a proposta mostrou que a FURG
pode contribuir com a busca incessante de melhoria a qualidade de
educação em todos os níveis; apoiar os processos e
práticas que buscam ampliar a oportunidade de acesso à
FURG pelos jovens brasileiros, baseado no mérito; reconhecer que
o País passa por inovações quanto à
educação e que as universidades públicas
são “horizontes de referência”, as quais devem
avaliar os estudantes, além dos conteúdos e conhecimentos
específicos, também em suas competências,
habilidades e capacidades de discernimento, com relação
às questões atuais e desafios do mundo
contemporâneo.

O reitor João Carlos Cousin lembra ainda questões como a
mobilidade de estudantes, a integração e
cooperação entre as universidades e entre as
regiões do País, como temas atuais e que devem orientar
definições, políticas e ações. E
entende que a FURG se dignifica com ações como o Proai e
busca, cumprindo sua função social, ajudar a reduzir as
desigualdades sociais.

Para mais informações, acesse o site da FURG.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social – FURG

Posts Relacionados