dcsimg

Saiba qual a nota máxima e mínima que você pode tirar no ENEM


Tirar uma boa nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma ajuda e tanto para quem quer entrar na faculdade. Com ela dá para participar de vários processos seletivos que oferecem vagas em faculdades públicas e privadas, bolsas de estudos e financiamento estudantil. Tudo isso sem precisar fazer vestibular!

 

Se você pretende usar seu desempenho no Enem para entrar no ensino superior, fique ligado no guia que preparamos a seguir. Vamos contar como funciona a correção do Exame e as notas mínimas e máximas que dá para tirar nessa que já é a prova mais importante do Brasil!

 

Como funciona a correção do Enem

Para saber a pontuação que dá para tirar no Enem, é importante entender primeiro como funciona a correção do Exame. Podemos dividi-la em duas partes: redação e provas objetivas.

 

A redação do Enem é corrigida manualmente por professores certificados. Cada um dos milhões de textos passa pela avaliação de dois corretores diferentes, que atribuem de 0 a 200 pontos em cinco competências:

 

1.     Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.

2.     Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

3.     Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

4.     Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

5.     Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

 

Já as provas objetivas seguem outro modelo de correção, baseado na Teoria de Resposta ao Item (TRI). Trata-se de um cálculo complexo, impossível de reproduzir considerando apenas a quantidade de acertos. A TRI avalia a coerência do participante ao responder perguntas fáceis, médias e difíceis. Além disso, leva em conta o desempenho geral dos candidatos e consegue identificar acertos ao acaso, os conhecidos “chutes”.

 

Qual a nota mínima e máxima que posso tirar na redação do Enem?

A nota mínima que dá para tirar na redação do Enem é zero. Isso acontece quando o candidato entrega a folha em branco, foge do tema, não segue o modelo dissertativo-argumentativo ou desrespeita os direitos humanos, entre outros motivos.

 

Já a nota máxima da redação é 1.000 pontos. Se você acha difícil alcançar esse nível de pontuação, temos uma boa notícia: com bastante treino dá para chegar lá!

 

Em 2014, quando o tema foi “Publicidade infantil em questão no Brasil”, 250 participantes alcançaram a nota máxima. No ano seguinte, com o tema “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”, 104 participantes ganharam nota mil na redação.

 

Escrever corretamente o português ajuda, mas nesse modelo de redação é ainda mais importante ter um bom repertório, ler bastante, estar por dentro das atualidades que impactam a sociedade brasileira e ter boa capacidade de encadear as ideias.

 

Qual a nota mínima e máxima que posso tirar nas provas objetivas do Enem?

Se na redação os limites ficam muito claros (de zero a 1.000), nas provas objetivas fica um pouco mais difícil saber a nota mínima e máxima. É que, devido aos cálculos complexos da TRI, todo ano as menores e maiores notas em cada uma das quatro provas são diferentes.

 

O que se sabe, no entanto, é que não dá para tirar zero nas provas objetivas do Enem. Como assim?

 

O Enem avalia o conhecimento de cada participante de acordo com uma escala. Mesmo que erre todas as questões de assinalar, isso não significa que a pessoa tenha “zero conhecimento”.

 

Por outro lado, tirar mais de 1.000 pontos em uma prova objetiva do Exame é bem difícil.

 

Conheça algumas notas mínimas e máximas de edições recentes do Enem:

 

Enem 2014

Ciências Humanas e suas Tecnologias

·      Nota mínima: 324,8

·      Nota máxima: 862,1

·      Média: 546,5

 

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

·      Nota mínima: 330,6

·      Nota máxima: 876,4

·      Média: 482,2

 

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

·      Nota mínima: 306,2

·      Nota máxima: 814,2

·      Média: 507,9

 

Matemática e suas Tecnologias

·      Nota mínima: 318,5

·      Nota máxima: 973,6

·      Média: 473,5

 

 

Enem 2015

Ciências Humanas e suas Tecnologias

·      Nota mínima: 314,3

·      Nota máxima: 850,6

·      Média: 558,1

 

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

·      Nota mínima: 334,3

·      Nota máxima: 875,2

·      Média: 478,8

 

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

·      Nota mínima: 302,6

·      Nota máxima: 825,8

·      Média: 505,3

 

Matemática e suas Tecnologias

·      Nota mínima: 280,2

·      Nota máxima: 1.008,2

·      Média: 467,9

 

As notas mínimas e máximas de uma edição do Enem só são divulgadas após o resultado do Exame.

 

O que fazer com a nota do Enem

Você pode usar a nota do Enem para participar dos seguintes processos seletivos:

 

  • Sisu: é o Sistema de Seleção Unificada, que acontece duas vezes por ano e usa a nota do Enem mais recente para classificar candidatos a vagas em universidades públicas de todo o Brasil. Para se inscrever, basta não ter zerado na redação, mas a disputa é acirrada e alguns cursos exigem mais de 800 pontos na média geral.

  • ProUni: é o Programa Universidade para Todos, iniciativa de ampliação do acesso ao ensino superior que concede bolsas parciais e integrais a estudantes de baixa renda. Para participar, é obrigatório comprovar renda familiar, cumprir o critério de formação escolar e ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. Acontece duas vezes por ano e as bolsas podem ser para cursos presenciais e a distância.

  • FIES: é o Fundo de Financiamento Estudantil, outra iniciativa do Governo Federal de ampliação do acesso ao ensino superior. Aqui, o benefício é um crédito universitário a juros baixos com prazo longo para quitar a dívida. Para participar do processo seletivo, além de cumprir o requisito de renda familiar, é preciso ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.

  • Ingresso direto: é o mais simples de todos. Basta apresentar a nota do Enem e, caso atenda ao critério de nota mínima, fazer a matrícula. Bastante usado por faculdades privadas, tem critérios variados entre as instituições

 

Confira algumas faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC onde você pode entrar com a nota do Enem:

Veja também:

Saiba quantos pontos você precisa tirar no Enem para conseguir o ProUni

 

Ficou mais claro como funcionam as notas mínimas e máximas do Enem? Vai usar a nota do Exame para entrar na faculdade? Conte para a gente aqui nos comentários!


comentarios Comentários