Home Vestibular Provas do PAS serão adiadas para 12 e 13 de dezembro

Provas do PAS serão adiadas para 12 e 13 de dezembro

by

A Universidade de Brasília vai adiar em uma semana a realização
das provas do Programa de Avaliação Seriada (PAS). A decisão
foi tomada após o anúncio do ministro da Educação,
Fernando Haddad, de que o Exame Nacional do Ensino Médio será
aplicado nos dias 5 e 6 de dezembro. Agora, o PAS acontecerá
nos dias 12 e 13 de dezembro.

As datas coincidem com as de aplicação do PAS. Por isso, o Decanato
de Graduação optou pelo adiamento das avaliações
seriadas. “A UnB muda as datas em espírito cooperativo com o MEC.
Pedimos aos estudantes inscritos no PAS que tenham a mesma compreensão”,
afirmou a decana de graduação, Márcia Abrahão.

Os candidatos não serão prejudicados, segundo a decana. Os candidatos
da 1ª e 2 ª etapas farão as avaliações no sábado,
12 de dezembro. Já os inscritos na 3ª etapa serão
avaliados no domingo, 13 de dezembro. O Centro de Seleção
e de Promoção de Eventos da UnB garante que há prazo suficiente
para aplicar as provas e corrigi-las.

AJUSTES – Segundo Haddad, em apenas três universidades
os processos seletivos coincidem com as novas datas do Enem. Os reitores das
Universidades Federais de Santa Catarina e de Juiz de Fora, além da UnB,
foram consultados previamente pelo ministro e se dispuseram a ajustar os calendários.
Haddad afirmou que a troca de datas foi feita de acordo com um calendário
oficial com as datas dos vestibulares. Porém, ele afirmou que solicitará
a compreensão dos reitores caso seja necessário alterar a aplicação
de algum outro processo seletivo.

O ministro fez o anúncio após reunião com o secretário
Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestrelli, e o diretor-geral
da Polícia Federal, Luiz Fernando Côrrea, na qual definiram estratégias
de segurança e logística para a aplicação do Enem.
A Força Nacional e a Polícia Federal acompanharão todas
as etapas de impressão, manuseio e distribuição das provas.
Para garantir a lisura do processo, os Correios serão os responsáveis
por entregar as provas aos locais de aplicação em 1.800 municípios.
A operação será feita nos moldes da entrega das urnas eleitorais.

Após a chegada do ministro da Justiça, Tarso Genro, que está
em viagem, outros detalhes das operações serão definidos.
Esta noite, Haddad se reunirá com representantes do Centro de Seleção
e de Promoção de Eventos da UnB (Cespe) e a Cesgranrio, responsáveis
pela aplicação e correção dos testes, para discutir
a divulgação dos resultados. Amanhã, em coletiva de imprensa,
o ministro divulgará os acertos feitos durante o encontro.

A mudança de datas da aplicação do Enem ocorreu após
a denúncia de fraude nas provas feita pelo jornal O Estado de São
Paulo
na última quinta-feira, 1º de outubro. A investigação
das responsabilidades dos culpados corre em sigilo. Se o consórcio contratado
para a execução do Enem for considerado culpado, haverá
uma ação de ressarcimento dos gastos feitos pelo governo federal.

Posts Relacionados