dcsimg

Qual a melhor época para escolher a carreira?


Não nos surpreende encontrarmos pessoas que estão fazendo curso de Direto e de repente desistem dele e novamente prestam vestibular para tentar ingressar em um curso de medicina. Outros estão cursando odontologia e sem mais e nem menos desistem e tentam entrar em um curso de Administração... Isso pode acontecer com aqueles que estando na época de prestar vestibular ainda não sabem qual carreira escolher e optam por profissões que estão em alta, esquecendo-se ou até mesmo não sabendo qual sua própria vocação.

Por essa razão recomenda-se que o estudante comece a pensar o quanto antes em que carreira pretende ingressar. Para isso desenvolva o autoconhecimento.

Cláudia Wachleski, especialista em terapia cognitivo-comportamental e em avaliação psicológica, disse que “um dos aspectos fundamentais, e muitas vezes esquecido pelos alunos, é conhecer a si mesmo”. Segundo ela, ”às vezes, o adolescente gosta de ler sites de economia e desconsidera essa informação, que claramente demonstra um interesse, na hora de decidir.”

André Sih, caça-talentos e sócio de uma empresa de recursos humanos, diz que é importante o estudante fazer a si mesmo três perguntas: “qual é a minha missão, razão de existência?”, “Qual é minha visão?” e “Que valores pessoais nortearão meus objetivos de vida e carreira profissional?” Ele diz que essas questões nem sempre são levadas em consideração na hora da escolha e que isso leva a pessoa a se arrepender no meio do caminho. Segundo André, “a partir do momento que a pessoa faz essa autoavaliação, fica mais fácil planejar seu caminho profissional. Por exemplo, se a pessoa percebe que sua missão é se tornar um presidente de empresa, ela deve buscar se qualificar, desenvolver habilidades e escolher uma carreira em empresas que permitam a vivência necessária para se tornar presidente.”

Valdirene Moser, docente do curso de Administração e Negócios do SENAC Consolação, em São Paulo, diz que "a escolha deve aliar algo que a pessoa goste com o que faz bem. A personalidade também é importante na definição da carreira".

O ponto citado pela professora Valdirene Moser é importante para saber se a profissão que pretende ingressar é realmente aquilo que quer, se pretende ingressar na profissão para obter satisfação pessoal ou retorno financeiro, pois nem sempre um fator está aliado a outro. Tem pessoas que se realizam pessoalmente, mas não têm tanto retorno financeiro. Então, tenha em mente o seguinte: financeiramente, é claro que ingressar numa carreira que está em alta, é importante, mas a satisfação pessoal também tem que ser lavada em conta. Tente unir as duas coisas. Caso não seja possível, veja o que é mais importante para você.

Outra sugestão é que também faça pesquisas sobre a carreira. É imprescindível saber a fundo sobre a profissão, o que faz (pois tem estudantes que ingressam em um curso de Enfermagem, por exemplo, porque gostam de cuidar de pessoas, mas durante o curso descobrem que terão que “machucá-las” para serem cuidadas, então desistem no meio do caminho), sobre o mercado de trabalho, se a profissão é valorizada ou não. Tudo isso tem que ser levado em conta.

Converse também com amigos e familiares, eles poderão ajudar na escolha da carreira. Mas não se deve deixar influenciar. Estes diálogos servirão apenas a título de orientação e não de imposição do que o estudante deve seguir ou não.

É importante também fazer testes vocacionais com profissionais qualificados. Faça vários e tire as conclusões sobre os resultados que obtiver.

Frequente feiras de profissões. Workshoppings são importantes, pois mostram sempre o lado do mercado de trabalho que está em alta. Mas lembre-se: as profissões que estão em alta hoje, poderão não estar amanhã. Tem que ser coerente na escolha.

Sendo assim, a melhor época para escolher a carreira é sempre aquela em que já amadurecemos a ponto de estamos certos do que queremos. Isso pode acontecer antes de iniciar o Ensino Médio, em sua conclusão ou então anos depois de terminá-lo. Não tenha pressa. É claro que deve se preocupar, pois é seu futuro que está em jogo, mas se errar ingressando em um curso que pensou que era o que queria, mas descobriu que não era bem assim, não se preocupe. É desta forma que saberá com certeza aquilo que quer.


comentarios Comentários