Home Vestibular Veja quantos pontos você precisa tirar no Enem para entrar no ProUni

Veja quantos pontos você precisa tirar no Enem para entrar no ProUni

by

Se você está pensando em fazer uma faculdade particular mas não tem condições de bancar a mensalidade, pode tentar uma vaga pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), que distribui bolsas a estudantes de baixa renda.

O processo seletivo do ProUni acontece duas vezes ao ano. Para participar é preciso ter feito a última edição do Enem, pois os candidatos são selecionados através da pontuação obtida no Exame.

Quem pretende tentar esta bolsa deve entender que existem dois tipos de nota. Uma delas é a nota mínima exigida para se inscrever no programa e ter o direito de concorrer a uma vaga. A outra é a pontuação necessária para ser aprovado e conseguir de fato a bolsa.

Confira qual a nota do Enem necessária em cada caso e descubra quais são os outros requisitos para participar do ProUni!

 

Quantos pontos é preciso tirar no Enem para se inscrever no ProUni?

Só pode se inscrever no ProUni quem fez a prova mais recente do Enem e atingiu a seguinte pontuação mínima:

  • 450 pontos na média de todas as provas.
  • Nota maior que zero na redação.

Estas duas condições precisam acontecer ao mesmo tempo. Se um candidato tiver uma pontuação média acima de 450 pontos, mas zerou na redação, ficará de fora da disputa.

 

Quantos pontos é preciso tirar no Enem para ganhar uma bolsa pelo ProUni?

Esta exigência de 450 pontos é suficiente apenas para se inscrever no programa. Para conseguir de fato este benefício muitas vezes é preciso ter notas bem mais elevadas, principalmente nos cursos mais concorridos.

A nota de corte (nota mínima para ser aprovado) não é única para todos os cursos e universidades. Ela também muda a cada nova edição no programa.

Isso acontece porque a disputa é feita entre os candidatos que se inscreveram na mesma vaga, no mesmo curso, turno, universidade e modalidade de concorrência (cotas ou ampla concorrência).

Ou seja, o que influencia o cálculo desta nota é a procura por determinado curso ou universidade e o desempenho dos candidatos inscritos em uma mesma vaga.

Universidades renomadas tendem a atrair estudantes mais dedicados e, por isso, a nota de corte acaba sendo bem elevada. O mesmo acontece em cursos que historicamente são muito concorridos, como Medicina, Direito e Engenharia.

Não é possível saber exatamente qual será a nota de corte do próximo ProUni. Essa informação só é revelada depois que se encerra o período de inscrição.

Porém, ao observar as notas das últimas edições do programa é possível ter uma boa noção de quantos pontos é preciso ter tirado no Enem para ser aprovado.

Os cursos de Direito e Medicina costumam ter as maiores notas de corte. Nos últimos anos, a pontuação necessária para conseguir uma bolsa do ProUni em uma dessas graduações ficou entre 800 e 850 pontos.

Engenharia e Psicologia não ficam muito atrás e normalmente é preciso atingir de 750 a 800 pontos.

Confira outros exemplos:

  • De 700 a 750 pontos – Enfermagem, Administração, Odontologia, Arquitetura e Nutrição.
  • De 650 a 700 pontos – Sistemas Web, Farmácia, Web Design, Fisioterapia e Gestão em Recursos Humanos.
  • De 600 a 650 pontos – Oceanografia, Medicina Veterinária e Produção Agrícola.

Com menos de 600 pontos é possível ser aprovado em diversos outros cursos menos procurados, como as licenciaturas, por exemplo.

Estas são algumas das maiores notas de corte dos últimos anos do ProUni. Mas lembre-se que esta nota varia muito de uma universidade para outra e, dependendo do caso, a pontuação mínima pode ter valores bem diferentes dos apresentados aqui.

 

Como saber se tenho chances de passar no ProUni?

Durante o período de inscrição, o candidato pode acompanhar a divulgação da nota de corte parcial. Diariamente (a partir do segundo dia) o sistema do ProUni atualiza a nota de corte considerando os candidatos inscritos em cada vaga até o momento.

É possível comparar esta nota com seu desempenho e ter uma ideia das suas chances reais de ser aprovado.

Caso você considere que tenha poucas chances em determinado curso, pode mudar de opinião e se inscrever em outra vaga. Isso pode ser feito inúmeras vezes enquanto o processo seletivo estiver aberto. Apenas a última alteração salva no sistema será considerada para a distribuição das bolsas.

 

Quem pode participar do ProUni?

Para se inscrever no ProUni não basta ter uma boa pontuação no Enem. Este programa é destinado a estudantes que não tenham um diploma de curso superior e que se encaixem em pelo menos um dos requisitos abaixo:

  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ter feito o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola particular.
  • Ser professor da rede pública de ensino, integrando o quadro permanente de funcionários e concorrer a uma bolsa para curso de licenciatura (nesse caso não há requisitos de renda).

Além disso, também é exigido dos candidatos um critério de renda conforme o tipo de bolsa:

  • Para bolsas integrais (que cobrem 100% dos custos) o candidato deve ter renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa.
  • Para bolsas parciais (que cobrem 50% dos custos com mensalidades) a renda familiar bruta mensal do candidato deve ser de no máximo 3 salários mínimos por pessoa.

 

Veja também:

Como conseguir uma bolsa do ProUni

 

Vai tentar uma bolsa pelo ProUni? Conte para a gente qual curso você pretende fazer!

Posts Relacionados