dcsimg

Saiba quantos pontos você precisa tirar no ENEM pra fazer Psicologia


Quem está fazendo planos para entrar no curso de Psicologia precisa começar a exercitar os neurônios desde já.

A graduação aparece entre as mais procuradas do Brasil. E quando a gente diz que um curso é concorrido, você já sabe: é preciso tirar um notão no Enem ou vestibular para conseguir uma vaga.

Se você fez ou vai fazer o Enem para entrar em Psicologia, não precisa desanimar por causa disso. Tem boa notícia também: embora a concorrência seja alta, existem quatro chances de entrar na faculdade usando o desempenho no Exame. Como esses processos seletivos acontecem duas vezes por ano cada um, são oito oportunidades de conseguir vaga em Psicologia usando apenas a nota do Enem.

A pontuação mínima varia e vamos explicar quanto é preciso tirar no Enem para passar em Psicologia em cada um desses processos seletivos. Confira!

 

Processos seletivos que usam a nota do Enem para entrar em Psicologia

O Enem, por si só, não é um processo seletivo. Para concorrer a uma vaga na faculdade desejada é preciso participar das seleções que usam a nota do Exame como critério.

São quatro, ao todo:

1.     Sisu – Seleciona alunos para preencher vagas em universidades públicas de todo o País. Usa como critério somente a nota do Enem mais recente. Pode participar quem tirou nota acima de zero na redação. É o mais concorrido entre os quatro e acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre.

 

2.     ProUni – É o programa que concede bolsas de estudos em faculdades particulares. Podem participar alunos que se encaixem nos critérios de renda e escolaridade definidos pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, é preciso ter feito o Enem mais recente e apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação. Também acontece duas vezes por ano, no para ingresso no primeiro e no segundo semestre letivo.

 

3.     FIES – É um fundo do Governo Federal que oferece financiamento estudantil para ajudar a pagar os custos do curso superior. Os juros cobrados do FIES são abaixo da média de mercado e o prazo para pagar é longo. A dívida só começa a ser quitada depois da formatura. Para participar é preciso ter feito qualquer Enem a partir de 2010 e obtido pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. É direcionado a estudantes de baixa renda, portanto o candidato precisa se encaixar no requisito de situação financeira. A seleção também ocorre duas vezes por ano.

 

4.     Ingresso direto – É a forma mais fácil de garantir vaga em uma faculdade privada. No período determinado pelas instituições, o aluno apresenta a nota do Enem e verifica se tem pontuação suficiente para entrar no curso desejado. Caso positivo, basta fazer a matrícula – simples assim. Tudo isso sem ter que passar pelo perrengue de uma prova de vestibular.

 

Entenda as notas de corte

No texto que vem a seguir você vai ler muito a palavra “nota de corte”, que nada mais é que a pontuação mínima exigida para conseguir vaga em determinado curso.

O valor dessas notas varia entre as edições de cada processo seletivo. No Sisu, por exemplo, são mais altas que no ProUni ou no FIES.

 

Ela é fruto da disputa entre vários candidatos pela mesma vaga, curso, turno, unidade e instituição de ensino. Quanto mais procurada é a graduação, mais a nota de corte tende a subir – isso, claro, se o desempenho geral dos candidatos também for alto. A pontuação mínima para passar também pode mudar de acordo com a reputação da instituição. Como as mais conceituadas atraem os alunos mais bem preparados, geralmente a nota de corte vai às alturas.

 

Agora que você já conhece os processos seletivos que usam a nota do Enem e já entendeu o que é nota de corte, veja quais são os pontos necessários passar em cada um deles.

 

Pontos no Enem para entrar em Psicologia pelo Sisu

Está preparando para a pancada? Em edições recentes do Sisu foi preciso apresentar, em média, 690 pontos para conseguir vaga em Psicologia em uma universidade pública.

 

Claro, teve pontuações maiores e menores. As mais altas ficaram na casa dos 830 pontos – com muitas universidades com notas entre 700 e 770. Já as mais baixas ficaram só um pouco abaixo da média: 600 pontos.

 

Para garantir sua vaga em Psicologia com tranquilidade é preciso mirar nos 800 pontos. Tenha sempre isso em mente durante os estudos.

 

 

Pontos no Enem para entrar em Psicologia pelo ProUni

No ProUni a concorrência dá uma aliviada, mas nem tanto. Em edições recentes do processo seletivo, as notas mais altas para conseguir bolsa de estudos ficaram em torno dos 790 pontos – muito próximas às do Sisu. Isso é válido especialmente para instituições mais conceituadas.

 

Do outro lado da tabela, um cenário mais animador. Com o mínimo exigido, 450 pontos, às vezes é possível conseguir entrar em faculdades privadas bem avaliadas pelo MEC. Mas não se iluda: não são muitas instituições que permitem passar com pontuação baixa.

 

Pontos no Enem para entrar em Psicologia pelo FIES

O FIES é mais tranquilo que o ProUni, mas ainda assim vai exigir trabalho duro por parte do candidato. Nas edições mais recentes as pontuações mais altas para entrar em Psicologia ficaram na casa dos 680 pontos, e, na média geral, foi possível conseguir financiamento com 550 pontos. Alguns sortudos conseguem entrar com a nota mínima, que é 450 pontos.

 

No FIES não é tanto a concorrência que pega, e sim as limitações que o Governo Federal vem impondo ao programa ao longo dos anos. Isso significa que nem sempre será fácil encontrar o curso à disposição na sua cidade. As vagas são distribuídas prioritariamente em cursos da área de Saúde, Educação, Engenharia e Ciências da Computação e ainda passam por um cálculo complexo que leva em conta o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da região.

 

Pontos no Enem para entrar em Psicologia por ingresso direto

Aqui não existe uma regra única, como nos demais processos seletivos. Vale o que cada instituição definir. Muitas delas aceitam a nota do Enem de edições anteriores e exigem apenas que o candidato não tenha zerado na redação. Outras são mais restritivas, estabelecem uma nota mínima ou desempenho mais alto em determinada área do conhecimento. O ideal mesmo é ficar ligado no edital do processo seletivo que a instituição lança todos os semestres e garantir sua matrícula.

 

Onde estudar Psicologia com a nota do Enem

Existem diversas faculdades de qualidade que aceitam a nota do Enem para ingresso direto, oferecem bolsas pelo ProUni e financiamento pelo FIES.

 

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Psicologia:

 

Veja também:

Descubra até quantos pontos você pode tirar no ENEM!

 

O que achou das notas de Psicologia? Está dentro daquilo que você esperava? Conte para a gente nos comentários!


comentarios Comentários